Marraquexe – A vida de Jemaa El Fna

As praças são tipicamente locais de convívio e Jemaa El Fna não é excepção. Contudo, a principal praça de Marraquexe (e, certamente, de todo o país) não se resume a isto.

Esta enorme praça com dois eixos centrais vive literalmente para o dia e, sobretudo, para a noite. É um espectáculo em si própria, o que a torna um outro espectáculo digno de assistir. Por isso ao entardecer entrem num dos cafés que a circundam e deleitem-se com a vista ampla e desafogada proporcionada pelos terraços e balcões. Para mim, o Café Glacier foi a opção óbvia, local que provavelmente detém a melhor vista panorâmica. Não é necessário ficar muito tempo, mas a verdade é que não queremos sair de lá. O dia tórrido vai dando lugar a ares mais amenos e o céu ganha tons alaranjados, à medida que a praça recebe centenas (milhares?) de transeuntes entre turistas e locais.

Encantadores de Serpentes, macaquinhos amestrados, arrancadores de dentes, tatuadores de Henna, carregadores, contadores de histórias, bailarinos travestidos, acrobatas, dançarinos e cartomantes fazem o seu melhor para chamar a atenção dos turistas e assim conseguirem uma ou outra moeda. Sob as tendas forradas a lona verde há bancas de fruta fresca, sumos a 10 dirhams (cerca de 1 euro) e pequenos “restaurantes” onde se podem provar espetadas de carne, couscous ou as célebres tajines (vasos de barro com carne estufada e legumes). Pelo meio tenta-se vender bijuterias ou peças em couro.

Antigamente chamada de “Assembleia dos Mortos” – por ser o local onde eram efectuadas execuções públicas e ficavam expostas as cabeças – e hoje em dia considerada uma Herança Oral e Intangível da Humanidade pela UNESCO, Jemaa El Fna é ponto de paragem obrigatório em qualquer visita à capital marroquina.

O entardecer na principal praça de Marraquexe

Encantadores de Serpentes
O arrancador de dentes
Noite em Jeema EL Fna
Lamparinas com motivos trabalhados

2 Comments

  1. Mariana

    Adoro Marrocos.
    Como é que consegui tirar as fotos aos encantadores de serpentes? A última vez que tentei, fui logo abordada por um deles.

  2. Olá Mariana!
    Para estas fotografias utilizei uma tele-objectiva, o que significa que me mantinha a grande distância podendo assim fotografar sem ser incomodada =) E numa coisa tens razão, eles são terrivelmente “chatos” e não nos deixam fazer nada sem pedir nada em troca eheh
    Obrigada pelo teu comentário!*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.