Navegando até The Pitons (Sta. Lúcia)

Era uma daquelas viagens que queria fazer desde o início: Cruise to the Pitons.

              Acompanhados de música caribenha com muita sonoridade dos eighties pelo meio, fazemos uma paragem única numa das praias, em Anse Cochon. A água não é de um azul intenso como noutros locais, mas de uma transparência fantástica – tão fantástica que consigo por momentos vislumbrar uma lula com laivos de vermelho e verde por entre as águas, assim como ouriços do mar e peixes riscados de preto e amarelo. Em torno do barco, locais aproximam-se de kayak para vender aquilo que têm: água de coco, colares feitos de restos de corais, peças trabalhadas em troncos ou folhas de palmeira.  

Ficamos por pouco tempo, quarenta minutos apenas, antes de entrarmos em Marigot Bay, qual cenário de filme tal é a leveza e perfeição do local. Com esguias palmeiras direcionadas aos céus, casinhas de madeira e vários iates ancorados, não admira que aqui tenham sido filmados alguns filmes nos últimos anos.

Assim, numa viagem de 4 horas de catamaran, fomos passando por pequenas povoações e sobretudo muita, muita vegetação luxuriante até avistarmos o ponto mais marcante da ilha de Sta. Lucia – Petit e Gros Pitons, duas fantásticas estruturas cónicas de 800 metros situadas próximo da costa a elevarem-se por entre a densa floresta.

Petit e Gros Piton, Sta Lucia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.