Nos caminhos da Estrada Real: Tiradentes

       Uma outra cidade mineira de forte influência portuguesa, Tiradentes é um recanto pacato, amoroso e convidativo para famílias ou casais em busca de um fim-de-semana tranquilo, com o requinte de bons restaurantes, esplanadas e galerias de arte.

Os traços arquitectónicos da cidade são semelhantes aos de Ouro Preto e Mariana, novamente as casas caiadas que se deitam sobre a calçada irregular, as janelas e portas forradas de molduras amarelas, azuis, vermelhas ou verdes.

Tiradentes é ainda palco de uma actividade cultural invejavel: a cada mês há um tema que motiva um festival que atraí não só residentes como também moradores das cidades próximas. Durante a minha estadia realizava-se o Festival do Teatro, com peças locais dentro do centro cultural, galerias ou na própria igreja matriz. Durante o decorrer do ano há espaço (e tempo) para festivais de fotografia, música, gastronomia ou até motociclismo.

Muito próxima de Tiradentes (cerca de 8Kms), a vila de Bichinho é sobretudo conhecida pelo seu artesanato e artes decorativas, sendo um bom desvio para passar um agradável par de horas e tomar um chá com bolo na conhecida “Casa Torta”. Para lá chegar, pode-se percorrer a estrada principal (mais rápida), ou ir em paralelo com a Serra de S.José pelo Passo dos Bandeirantes, o mesmo caminho percorrido pelos Paulistas aquando da vinda para as terras do ouro. Outra alternativa é reservar a passagem no antigo comboio a vapor “Maria Fumaça”, que nos leva até S. João del Rey.

Vista panorâmica de Tiradentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.