Trocar trabalho por alojamento

Continuo no Hawaii, onde cheguei há pouco mais de um mês. Nesta terceira ilha, e depois de ter passado por 5 casas onde fiz couchsurfing, decidi ficar num hostel e trabalhar em troco da minha estadia. Isso significa que não pago pelas noites em que durmo cá, podendo usufruir das restantes comodidades do hostel a custo 0.

Ao longo de 4h/ dia faço e desfaço camas, limpo casas de banho, cozinhas e espaços comuns, esvazio e lavo caixotes do lixo. Varro o chão, passo a esfregona, lavo loiça, o que tiver de ser feito. Durante meses (anos!) ouvi pessoas mais ou menos próximas a dizer que para viajar é preciso (muito) dinheiro. Sempre discordei e agora discordo ainda mais. Para viajar é preciso querer (muito), é preciso estabelecer prioridades diárias e querer (ainda mais) que as coisas funcionem.

Se, enquanto médica, precisava de fazer isto? Não, mas as viagens são precisamente sobre experiências e transformação, quer externa quer interna. E limpezas/ “housekeeping” é um emprego tão digno quanto outro qualquer.

Encontrem os voos mais baratos e as melhores conexões
– até para o Hawaii!! – com a Momondo
(a minha plataforma número 1 desde há 10 anos!)
@momondo // #owtravelers // #admomondo