Conhecer Portugal pela mão do Turismo do Centro

Direccções região centro - Viajar Centro Portugal
à descoberta da Região Centro!

          É sob o mote ”Chegou o Tempo” que o Turismo Centro de Portugal lança a primeira pedra para retomar a actividade do sector na região, munindo-se de uma iniciativa inspiradora que nos apresenta um destino seguro, autêntico, rico em paisagem natural e história nacional.

Conhecer Portugal pelo Turismo do Centro

          Com lançamento em Aveiro a 18 de Maio, esta iniciativa sucede-se à “Haverá Tempo”, lançada nos primeiros dias de pandemia e que apelava à colaboração de todos para que permanecessem em casa durante os tempos de confinamento.

          O Centro de Portugal transpira estórias da nossa História e é dotado de 4 lugares classificados pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade: o Convento de Cristo em Tomar, o Mosteiro de Alcobaça, a Universidade de Coimbra e o Mosteiro da Batalha. A Região abrange uma extensa área geográfica e contempla 8 sub-regiões como Coimbra, Leiria, Serra da Estrela, Médio Tejo, Beira Baixa, Oeste, Ria de Aveiro e Viseu Dão Lafões, ao longo de 100 concelhos ricos em costumes, tradições e paisagens de cortar a respiração.

          O Distrito de Coimbra, o 12º maior do país e ponto de partida para esta viagem por algumas das suas aldeias, contempla 18 municípios. O principal elemento geográfico é o vale do Rio Mondego, cujos afluentes são o Rio Alva e o Rio Ceira. O distrito desenvolve-se quase totalmente na sua bacia hidrográfica, e entre as várias barragens existentes é a Barragem da Aguieira marca a fronteira com o distrito de Viseu.

detalhes região centro - Viajar Centro Portugal
detalhes da Região Centro

          A Região Centro é também conhecida pelas míticas “Aldeias do Xisto”, conglomerados habitacionais lindíssimos que relembram presépios vivos, não somente em xisto puro mas também em granito (como na Aldeia das Dez e Pedrogão Pequeno) e quartzito (como em Casal de São Simão e Pena, por exemplo).

          As Aldeias de Xisto são a maior rede de aldeias em Portugal, contemplando ainda 12 praias fluviais de 16 municípios diferentes. De entre a gastronomia tradicional destaca-se o cabrito assado, a chanfana, o bucho, a sopa de peixe e a tigelada como sobremesa. Para terminar a refeição, nada melhor que um digestivo, ou não fosse o Licor Beirão um dos produtos da zona da Lousã. Produzem-se ainda mel e compotas, frutos secos e enchidos.

          Relativamente ao artesanato, são produtos locais as miniaturas das casas de xisto, os cestos e canastras, as colheres de pau e miniaturas em madeira entre outros.

 

o surpreendente Poço da Broca

          A minha visita destinou-se a conhecer melhor não apenas a cidade de Coimbra como também a Serra do Açor, que abrange 5 das 27 Aldeias do Xisto (Aldeia das Dez, Benfeita, Fajão, Sobral de São Miguel e Vila Cova de Alva). Uma escapadinha de fim-de-semana no final do mês de Junho que passou por Coja, Barril e Vila Cova de Alva, Avô, Foz d’Égua e Piodão entre outras paragens.  

          Para muitas mais ideias, o Site do Turismo do Centro de Portugal é digno de visita e disponibiliza várias roadtrips e roteiros temáticos que atravessam os pontos mais belos e interessantes da região.

Logotipos
Este roteiro foi elaborado ao abrigo da iniciativa da ABVP #EuFicoemPortugal, com apoio do Turismo Centro de Portugal

Partilha nas tuas redes
Share on facebook
Share on pinterest
Share on email
Andreia Castro

Andreia Castro

Viajante antes de ser Médica, vivo com as memórias no bolso, o passaporte na mão e sempre com a próxima viagem marcada.

Lê mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreve a Newsletter

Subscreve a newsletter

E fica a saber de antemão tudo sobre as próximas viagens, artigos do blog e muito mais!

Subscreve a newsletter

E fica a saber de antemão tudo sobre as próximas viagens, artigos do blog e muito mais!