Adornado e enriquecido pela margens férteis do rio Nidelva, Trondheim tem-se desenvolvido como ponto de interesse desde a época dos Vikings, conciliando na cidade e seus arredores a possibilidade de passeios pelos montes circundantes, hiking pelo Fiorde ou assumindo-se como um destino de ski. Na verdade, esta é uma cidade que conjuga o passado com o presente, com zonas urbanas mais modernas em proximidade com o centro histórico.

Importante ponto comercial desde o ano 997, Trondheim foi capital do império viking fundado pelo rei Olaf Tryggvason inicialmente sob o nome de Kaupangen (que significa literalmente mercado), tendo mantido esse estatuto até 1217. Com cerca de 10 séculos de história, aos dias de hoje chegaram poucos dos vestigios da cidade medieval original, desgastada o longo do tempo por tempestades de neve e permanentes reorganizações urbanas. De Nidaros (outro dos nomes históricos da cidade) é ainda possível encontrar artefactos medievais dos séc. XVIII e XIV.

Um dos seus elementos arquitectónicos mais emblemáticos é a Catedral de Nidaros (1070), de estilo normando (arquitetura românica inglesa) e gótico – o maior e mais importante edifício religioso construído na Noruega desde a Idade Média e inegável ponto de peregrinação. A sua fachada gótica com duas torres e uma rosácea central tem uma impressionante parede cravada de nichos com pequenas estátuas que representam apóstolos, santos, anjos e figuras do Antigo Testamento. Foi construída com base no túmulo do “Eterno Rei da Noruega”, o Rei Olaf II, também apelidado de St. Olaf – segundo a lenda falecido numa guerra em defesa do Cristianismo. Juntamente com o Palácio do Arcebispo, situam-se lado a lado no centro da cidade, nas margens do Nidelva. Ao longo dos séculos, a Catedral foi alvo de pilhagens, danos decorrentes de períodos de guerra e 6 incêndios. Estima-se que a Catedral receba cerca de 400 mil visitantes por ano.

Inicialmente protegida pelo Fiorde e por fortificações ao longo do rio Nidelva, a expansão da cidade levou à construção da Fortaleza de Kristiansten em 1685 – hoje em dia um Museu e área recreativa.

Trondheim é também a terceira maior cidade da Noruega, com cerca de 193,500 habitantes. Hoje em dia, dispõe de uma imensa variedade de coffeshops, restaurantes, boutiques e lojas de comércio tradicional, sobretudo concentradas na zona de Midtbyten (com mais de 300 estabelecimentos). A cidade mãe do clube Rosenborg ostenta ainda galerias de arte, exposições, concertos e festivais de teatro enriquecem uma população com grande componente jovem. A sua Universidade, a NTNU (Norwegian University of Science and Technology), é a maior do país e tem cerca de 40 mil jovens que estudam e vivem em Trondheim. Dispõe de um clima chuvoso com cerca de 216 dias de precipitação por ano, com períodos de neve que chegam a durar 6 meses (entre Outubro e Abril). No verão a temperatura situa-se entre os 11 e os 18ºC.

consulta do viajante
Trondheim vista da Kristiansten Festning
consulta do viajante
Catedral de Trondheim e o rio Nidelva
consulta do viajante
Cúpula da Catedral de Trondheim
consulta do viajante
pelas ruas de Trondheim
consulta do viajante
Casas tradicionais vistas do pontão sobre o rio Nidelva
consulta do viajante
Em Bakklandet, ou zona antiga de Trondheim, as casas de madeira datam do sec.XVI e XVII.
consulta do viajante
Nidelva
Guarda este artigo no Pinterest!

Partilha nas tuas redes
Share on facebook
Share on pinterest
Share on email
Andreia Castro

Andreia Castro

Viajante antes de ser Médica, vivo com as memórias no bolso, o passaporte na mão e sempre com a próxima viagem marcada.

Lê mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreve a Newsletter

Subscreve a newsletter

E fica a saber de antemão tudo sobre as próximas viagens, artigos do blog e muito mais!

Subscreve a newsletter

E fica a saber de antemão tudo sobre as próximas viagens, artigos do blog e muito mais!